ESCREVER SEM PENSAR NO QUÊ





Procuro respostas inacabadas a questionamentos internos que se amontoam em meio a um turbilhão infinito de emoções constantes, cortantes e apaixonantes.



domingo, 3 de fevereiro de 2008

Me, myself and Luli

Atendendo a pedidos, recordando txt publicado há tempos no meu orkut....

Eu?

Luciana, mas prefiro que me chamem de Lu ou Luli, porque quando falam o nome todo parece que estão brigando...

Pisciana, com ascendente em escorpião e lua em câncer. Todos os signos da água me acompanham... Acho que é por isso que busco tanto o equilíbrio.

Jornalista por formação e RP por especialização. Amo escrever. Quando começo, não páro mais. Mas, se não fosse comunicóloga, com certeza, seria psicóloga.

Sou gêmea univitelina da Rena. Ela é minha metade, literalmente. Sim, temos pressentimentos e sentimos quando a outra não está bem. Quase enlouqueci quando ela casou e me abandonou.

Nasci em Santos, mas torço para o tricolor SPFC.

Rata de praia: sol e mar são a 8º maravilha do mundo.

Sensível, carinhosa, transparente e romântica.

Dizem que vivo no Pink World. Acredito no amor. Aliás, acho que ele é o maior e mais completo sentimento do mundo. Não apenas entre homem e mulher, mas pelos amigos, família, trabalho... td!

Minhas amigas dizem que costumo fazer o caminho inverso: acredito nas pessoas até que me provem o contrário. Além de cigarro, o que eu mais odeio é a mentira.

Renasci em 2004. Fui atropelada por uma moto e um carro. É um verdadeiro milagre estar viva e sem seqüelas.

Tenho mania de pedir suco de laranja (bem coado) em todo lugar que vou

Gosto de homens com cara de 'baby can I hold you'

Passei três anos enrolando para fazer tatoo, mas na falta de uma, fiz logo duas: uma estrelinha no pulso e dois corações em cima da marca do biquíni. Tenho mais uma: a clave de sol no pé.

Quando vou cortar o cabelo, sempre peço para cortarem apenas meio dedo.

Sou extremamente friorenta. Qualquer ventinho já me faz bater os dentes.

Quando morei em Londres, me apaixonei perdidamente pela Europa. Às vezes penso em voltar a morar lá em definitivo.

Sempre que passa um avião bem próximo, pareço uma criança. Fico horas admirando.

Chocólatra assumida. Acordo sempre de madrugada para comer chocolate. Êta vício...

Amo os filmes da Disney: os que mais gosto são Nemo, Pequena Sereia e Monstros S.A.

Sou super apegada à minha avó. Quando era pequena, adorava dormir os finais de semana na casa dela.

Sorrisos me encantam.

Não tomo nada alcoólico. Não porque quero fazer 'tipo', mas porque não gosto do sabor.Gostaria de saber apreciar um bom vinho porque acho super romântico. Rs.

Não tenho nenhum senso de direção...nenhum mesmo. Sou a mais perdida!

Amo escutar a mesma música milhões de vezes, até aprender a cantar de trás para frente. Odeio ouvir techno.

Adoro fazer cafuné e massagem.

A miopia sempre me fez ser escrava de óculos e lentes de contato. Mas depois que descobriram a cirurgia a laser, fui libertada.

Amo cuidar e dizer àqueles que amo o quanto são importantes para mim.

Não tenho medo de ser sincera. Falo sempre o que penso e sinto. Acredito que tudo é a forma como as coisas são ditas.

Opto sempre pelo amor ao invés da dor.

Amo esta frase: ONLY THE FEELINGS MAKE SENSE. O mundo seria muito menos complicado se as pessoas ouvissem seus corações.

Sou capaz de devorar um pote de sorvete sozinha... nem se a boca anestesiar, eu páro.




Não tem jeito, não decoro nenhum tipo de nome, seja de filme ou música, seja de pessoa ou ponto turístico, seja de rua ou restaurante... nadica de nada... rs

Odeio academia, odeio musculação. Mas sou o único ser que gosta de fazer abdominal. Prefiro correr. É a forma que encontrei para cuidar de mim, porque acho que não devemos esperar que os outros façam isso por nós.

Sempre digo que as coisas ou as pessoas são ‘do bem’ ou ‘do mal’.

Eu amo minha família.

Adoro comprar biquíni e calça jeans.

Só pinto a unha de esmalte branco. Sempre.

Apesar da idade, às vezes, pareço uma criança. Tenho espírito jovem. Ainda durmo agarrada ao meu travesseiro-peixinho.

Sou perfeccionista e detalhista. Gosto tudo bem explicadinho, com desenhos e gráficos coloridos. O que falta em mim é um pouco de praticidade.

Passei grande parte da minha infância em Campos do Jordão, na cidade do chocolate.

Ainda vou escrever um livro, nadar com golfinho, aprender a surfar e tocar violão.

........... se deixar, fico aqui escrevendo horas e horas e horas e horas.........

Um comentário: